Loading...
Notícias

Sem Chão – Um Disco do Barracuda – Clube de Roque e do Woodstock 69 Rock bar

A cultura foi um dos primeiros sectores a parar devido à pandemia. Com ela, parou também a indústria da música e muitas salas de espectáculo e bares.

O Barracuda Clube de Roque e o Woodstock 69 Rock Bar são duas das mais emblemáticas salas de música alternativa ao vivo na cidade do Porto. E são duas, das muitas, que em Março do ano passado foram obrigadas a fazer uma pausa indeterminada e com isso, sofrer todas as suas consequências. Mas a ajuda não tardou a surgir, inicialmente com uma ideia que nasceu do baterista de Ornatos Violeta, Kinorm, que decidiu leiloar dois LP’s de “Cão” autografados; vales de tatuagens oferecidos pelo tatuador Paulo Rui da HeartGallery Tattoo Piercing, e também uma guitarra do músico e compositor Manel Cruz, dos Ornatos Violeta. Agora a ajuda foi transformada num formato acessível a todos os amantes de rock.

O músico e produtor da cidade do Porto Andrés Malta decidiu não baixar os braços e não desistir de ajudar estas duas míticas salas para que sobrevivam à pandemia. Numa conversa com Alberto Cardoso, decidiram gravar uma coletânea em que 100% dos lucros reverterão para que estas duas salas não tenham de fechar para sempre as suas portas. Andrés e Alberto lançaram o mote, mas foram os proprietários dos bares que escolheram o cardápio. Rodas e Toni selecionaram oito bandas já bem conhecidas no circuito da indústria musical e que já fazem parte da história do Barracuda e do Woodstock.

“Sem chão” é um disco exclusivamente em formato vinil que conta com o talento de Manel Cruz, Dokuga, Redemptus, 10000 Russos, Greengo, Killimanjaro, The Black Wizards e O Bom, o Mau e o Azevedo. A venda do vinil reverte, na totalidade, para o Barracuda Clube de Roque e do Woodstock 69 Rock Bar para ajudar estas duas míticas salas a sobreviver à pandemia. Pode ser adquirido através das redes sociais dos bares e nas lojas Bunker Store, Chaputa Rec, Louie Louie Porto, Louie Louie Lisboa, Muzak Vinil e Porto Calling – Loja de Discos.

As gravações de “Sem chão” decorreram durante a pandemia e tiveram lugar nos respectivos bares à porta fechada. A gravação, mistura e masterização ficaram a cargo de Andrés Malta, à excepção da captura do tema de Greengo que foi feita por Miguel Azevedo. As misturas/masterização foram feitas no Estúdio Eléctrico no Porto e a produção executiva teve a colaboração de Alberto Cardoso. A produção do vinil contou com o apoio da Chaputa Records.

Ilustração capa lado Barracuda Clube de Roque: Rui Ricardo
Ilustração capa lado Woodstock 69 Rock bar: Joana Brito

 

Spread the love
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *