Loading...
Reviews

Não é Fachada, Rapazes e Raposas chegou para salvar 2020.

Seis anos depois B Fachada regressa com o tão esperado disco de originais que vem salvar o terrível ano de 2020.
Saiu há 1 da manhã do dia 20 de Julho, no bandcamp.

Como um resumo da matéria dada anteriormente: “Rapazes e Raposas” não foge muito ao que consiste a sua discografia. Bernardo utiliza, mais uma vez, a sua genialidade de cantautor, sem qualquer receio do impacto pessoal que causar nas outras pessoas, criticar algumas formas de estar na sociedade moderna, mas soando intemporal. Continua a tirar ideias da cultura portuguesa, e a lembrar a música de intervenção de uma maneira que claramente é só dele.
Fachada está mais maduro na escrita e mais crítico ao que o rodeia. Este disco acaba por ser um misto de sonoridade. De um lado, muito semelhante a alguns temas do “Criôlo”, com aquelas músicas que fazem qualquer um querer dar um passinho de dança (músicas como a “Anti-Fado”, “Lambe-Cus”, “Padeirinha”, “Namorada”); por outro lado, aquelas músicas mais calmas onde são mais do que óbvias a clareza e segurança com que o artista escreve as suas letras, parecendo até que está a dar conselhos aos seus miúdos.
O ano começou mal, mas B Fachada com este disco embelezar-vos-á a vida em pelo menos 53 minutos.

Texto: Beatriz Valente Marques 

Foto de Mané Pacheco (2016)º

Spread the love
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *